EMAIL MARKETING
PARA BLOGS

Descubra porque uma lista de e-mails é fundamental para um blog de sucesso, e como você pode usar essa lista para engajar os seus leitores e vender mais!

A lista de e-mails é crucial para qualquer blogueira inteligente. Com essa lista você tem acesso direto a seus leitores, sem depender de algoritmos ou anúncios patrocinados.

Investir nas redes sociais é uma ótima estratégia de divulgação para seu blog, porém não é a melhor forma de manter contato com seus leitores. Isso porque, utilizando essas plataformas, você fica refém dos algoritmos de distribuição, e praticamente precisa torcer para que o Instagram ou Facebook entreguem seus posts para seus seguidores.

Além disso, outro problema de investir apenas em redes sociais, é que elas funcionam como “terreno alugado“. Vamos supor que você constrói uma boa audiência no Instagram, e grande parte do tráfego do seu blog vem de “cliques na bio” ou “arrastar para cima nos stories”. Aí, um belo dia, o Insta resolve que você está violando as regras de uso da plataforma… e exclui seu perfil. E aí você perdeu todos os seus seguidores.

Deu para entender um pouco melhor porque redes sociais devem ser parte da sua estratégia de divulgação, mas não devem ser a única forma de você se comunicar com seus leitores? 

Existe uma forma de comunicação, porém, que é praticamente igual há muitos anos. Ela não depende de algoritmos de distribuição que ficam mudando a cada mês, e você é responsável por gerenciar todo mundo que recebe suas mensagens. Estou falando do e-mail.

Pense bem, fora quando um e-mail é marcado como spam, ele sempre chega na caixa de entrada do destinatário. E, mesmo que você ache que “e-mail já morreu” ou qualquer outro pensamento baseado nos seus próprios hábitos, em 2019 uma pesquisa mostrou que 99% dos consumidores abrem seus e-mails todos os dias. E não seria ótimo se, em um desses dias, eles abrissem a caixa de entrada e vissem seu nome e seu conteúdo por lá? 

É nisso que se baseia o email marketing para blogs. Você recolhe o e-mail das pessoas que visitam seu blog, manda e-mails com frequência para que elas lembrem de você, e na hora que elas tiverem qualquer dúvida relacionada a seu nicho, pode ter certeza que elas vão direto no seu site procurar pela resposta. Você consegue mais tráfego através dos e-mails e ainda aumenta o reconhecimento da sua marca.

Não só isso, você também pode fazer vendas através dos seus e-mails. Em 2019, por exemplo, eu fiz uma campanha de e-mails para divulgar os descontos da Black Friday e, apesar de ter um post no meu blog e nas redes sociais com os mesmos descontos, quase todas as minhas vendas vieram através dos meus e-mails.

Mas essa é a parte avançada do email marketing para blogs. Para chegar lá, é importante que você siga os seguintes passos:

1. CRIAR SUA LISTA DE E-MAILS

2. FAZER AS PESSOAS SE INSCREVEREM NA SUA LISTA

3. NUTRIR A SUA LISTA MANDANDO E-MAILS COM FREQUÊNCIA

E aí sim, depois de passar por todas essas etapas, você vai ter inscritos engajados que gostam do seu conteúdo. Essa parte é fundamental para que você consiga chegar no quarto passo:

4. FAZER VENDAS ATRAVÉS DOS SEUS E-MAILS

Abaixo, você encontra mais detalhes sobre cada uma dessas quatro etapas. 

1º PASSO: criar sua lista de emails

Existem inúmeras plataformas de email marketing para te ajudar a criar uma
lista de e-mails.

Pode parecer estranho uma seção inteira dedicada a criar uma lista de emails. Afinal, até mesmo um arquivo no Excel, onde você anota o nome do leitor em uma coluna e o email em outra, já daria conta do recado. Essa não é, no entanto, a maneira mais fácil.

Com o email marketing sendo um dos pilares de vendas de inúmeros negócios atualmente, não é de se estranhar que existam plataformas especializadas no assunto. As vantagens de utilizar uma delas são inúmeras: elas adicionam novos e-mails automaticamente (você não precisa inserir um por um manualmente), você consegue classificar os leitores de acordo com a página que eles usaram para se inscrever na lista e, ainda mais importante, você só precisa escrever o e-mail e apertar em “enviar” uma vez, e sua mensagem é enviada para todo mundo da lista. Nada de ter que inserir todos os contatos no campo de destinatário!

Aqui no blog eu falo sobre as principais plataformas do mercado, e como escolher qual a melhor para o seu blog:

5 MELHORES PLATAFORMAS DE EMAIL MARKETING PARA BLOGS

Já adianto, no entanto, que essas plataformas no geral são pagas mensalmente e que o preço aumenta de acordo com o seu número de inscritos. Mesmo assim, caso esteja começando e não queira investir, algumas delas são gratuitas até que você atinja um número específico de usuários. A mais famosa delas, e uma das mais fáceis de utilizar, é o Mailchimp. 

E claro, aqui no Blogueira Inteligente tem um tutorial super completo para você criar sua lista de emails com o Mailchimp:

2º PASSO: conseguir inscritos para sua lista

Oferecer um incentivo grátis é uma ótima forma de fazer as pessoas se inscreverem na sua lista de emails.

Agora que você já fez a parte fácil, que é criar a lista de e-mails, o verdadeiro trabalho vai começar. Isso porque não basta ter uma lista, mas convencer as pessoas que elas devem se inscrever para receber seus e-mails.

Muitas pessoas pensam que é suficiente colocar um formulário na barra lateral do blog dizendo “assine a minha newsletter“, e que assim vão surgir milhares de inscritos. Acredite em mim quando eu digo, fazer o mínimo não vai fazer com que os leitores te forneçam seus e-mails. 

Para conseguir mais inscrições na sua lista, existem várias estratégias que você deve pensar. Um exemplo, é onde você vai inserir o formulário de inscrição. Sim, a barra lateral é um ótimo local, mas e o topo do seu blog? No final da página? No meio dos posts? Por que não criar um pop-up? São muitas opções…

Aqui no Blogueira Inteligente tem um post com várias técnicas que eu ensino para você conseguir aumentar o número de inscritos na sua lista de e-mails: 

De qualquer jeito, eu quero te falar sobre a principal estratégia que aprendi para convencer seus leitores a se inscreverem na sua lista de e-mails: oferecer um incentivo grátis. O que você vai oferecer vai variar de acordo com seu nicho, mas pode ser um PDF, ebook, pacote de fotos, relatórios, checklists e por aí vai… 

No meu blog de viagens, por exemplo, eu ofereço um PDF com 21 sites para ajudar o leitor a planejar sua viagem. A minha conversão (ou seja, o número de pessoas que se inscrevem na lista) é muito maior agora do que quando eu só dizia “você vai receber dicas exclusivas!“. 

E não se preocupe, usando uma plataforma de e-mails como as que eu citei ali em cima, você consegue configurar para o leitor receber automaticamente o seu freebie (que é o termo em inglês para esse incentivo grátis), você não vai precisar enviar para cada inscrito manualmente.

Se você não sabe o que oferecer para seus leitores, aqui tem um post com algumas ideias:

7 IDEIAS DE FREEBIES PARA OFERECER PARA SUA
LISTA DE E-MAILS

3º PASSO: NUTRIR sua lista de emails

Se você não mandar emails com frequência, seus inscritos vão esquecer de você.

Quando eu falo de “nutrir” uma lista de emails, eu quero dizer que você precisa “alimentá-la“, ou seja, mandar emails para os seus inscritos. Isso é importante por diversos motivos:

Se você não mandar emails, as pessoas vão esquecer quem você é. Eu sei que gostamos de achar que somos especiais, e que aquele leitor que leu um post incrível que escrevemos com certeza vai lembrar quem nós somos… Mas não é bem assim. Quem não é visto, não é lembrado, então esteja presente na caixa de entrada dos seus inscritos.

E claro, o problema não é apenas ser esquecido, porém seus emails, quando você finalmente enviá-los, não serão lidos… ou pior, serão marcados como spam. E quanto mais pessoas marcarem suas mensagens como spam, mais os provedores de email como Gmail ou Outlook vão entender que elas devem ser ruins, e assim vão automaticamente marcá-las como spam para mais usuários nas próximas vezes. Dessa forma, para não prejudicar sua lista como um todo, é importante que você mande emails para que seus leitores lembrem de você e não os marquem como spam.

Por último, como conversamos anteriormente, o email marketing para blogs é uma ótima maneira de fazer vendas, já que você consegue entrar em contato direto com seus leitores mais engajados. Porém, nenhum leitor quer saber de alguém que só manda mensagem quando tem algo para vender. Pensa em YouTubers famosos, que praticamente desistiram da plataforma mas que sempre postam vídeo novo quando querem anunciar um novo produto ou nova parceria. Você não acha isso chato? Então não faça o mesmo com a sua lista de emails. Converse com seus inscritos com frequência, assim quando você tiver algo de valor para vender, eles vão saber que é algo que realmente vale a pena.

Ok, agora que já te convenci sobre como é importante nutrir a sua lista… como fazer isso? Existem várias maneiras, mas a mais fácil é simplesmente decidir com que frequência você vai mandar emails (uma vez por semana, a cada quinze dias, uma vez por mês…) e, quando chegar a hora, usar a sua plataforma de emails para mandar uma mensagem para os seus inscritos. 

E o que escrever nesses emails? Tudo depende da sua estratégia. Se seu objetivo é conseguir mais tráfego para seu blog, você pode avisar de algum post novo e colocar o link ou fazer uma newsletter com as novidades dos últimos dias. Se quer crescer suas redes sociais, conte uma história e coloque um link para uma foto no Instagram que ilustra essa história. As opções são infinitas. 

Aqui no Blogueira Inteligente eu já criei um post com ideias de o que mandar para sua lista de emails:

11 IDEIAS DE EMAILS PARA MANDAR PARA SUA LISTA

O único “problema” dessa forma de nutrição é que, normalmente, quem se inscreve em uma lista quer receber algo imediatamente, e não esperar pela próxima vez que você vai escrever para a lista toda. 

Mas isso é facilmente resolvido com uma sequência automática de emails. Como você pode imaginar, são emails que você já deixa escritos e que são enviados automaticamente para um leitor quando ele se inscreve na lista. Pode ser apenas um – com um link para fazer download do seu freebie, por exemplo – ou vários. Se seu nicho for beleza, por exemplo, pode enviar um primeiro email com uma lista de produtos de pele que você recomenda, e nos dias seguintes emails explicando como utilizar cada um deles ou como incorporá-los em uma rotina de cuidados para pele.

No post abaixo, você confere um tutorial de como criar uma sequência de emails usando o Mailchimp:

COMO CRIAR UMA SEQUÊNCIA DE EMAILS USANDO O MAILCHIMP

4º PASSO: fazer vendas através dos seus emails

Você pode usar a sua lista de emails para vender produtos e serviços.

Em um primeiro momento pode parecer estranho o conceito de ganhar dinheiro com emails quando você é um blog. É fácil ver como lojas virtuais se beneficiam dessa estratégia, divulgando seus produtos, mas grande parte dos blogs e influencers ganham dinheiro com anúncios ou posts patrocinados, formas de monetização que não podem ser utilizadas via email.

No entanto, email marketing para blogs é extremamente eficaz quando estamos falando de ganhar dinheiro com afiliados. De maneira geral, afiliados divulgam produtos ou serviços, e ganham uma comissão cada vez que suas indicações geram uma venda. E é isso que você vai fazer nos seus emails.

Voltando novamente ao exemplo da sequência de emails do nicho de beleza. Depois de enviar uma lista com seus produtos de pele favoritos, e outros emails explicando como usar cada um deles, por que não enviar uma última mensagem indicando onde comprar cada um deles, utilizando um link afiliado? Afinal, se a pessoa ainda está abrindo os emails sobre os produtos, é porque provavelmente ela está interessada neles.

Falando de novo sobre um erro que você não deve cometer: enviar emails apenas quando quiser vender algo, ou divulgar uma promoção (com a qual você ganhará dinheiro). Seus inscritos vão perceber seu jogo e sair da lista, ou marcar suas mensagens como o spam. O ideal é que você construa um relacionamento com seus inscritos através dos emails, e que tente vender apenas quando você já tiver um vínculo com o leitor, e quando o produto for realmente ajudá-lo. De nada adianta oferecer desconto em livros em um email que você está falando de maquiagem.

Para que você entenda melhor essa etapa, eu criei um post com um exemplo de estratégia de email marketing completa, com emails de nutrição e de vendas:

COMO MONTAR UMA ESTRATÉGIA DE VENDAS USANDO EMAIL MARKETING

Como essa quarta etapa depende de todas as outras para ter sucesso, aqui vão algumas dicas de outros posts aqui do Blogueira Inteligente que podem te ajudar com a sua lista de e-mails:

7 PLUGINS DO WORDPRESS PARA CONSEGUIR MAIS INSCRITOS NA SUA LISTA DE EMAILS

COMO CRIAR UM FREEBIE PARA SUA LISTA DE EMAILS USANDO O CANVA

PORQUE VOCÊ DEVE SEGMENTAR SUA LISTA DE EMAILS (E COMO FAZER ISSO)